Ama Deus

Ama Deus é um sistema poderoso de cura e ascensão, que usa o Amor de Deus [Nhanderúvuçú para os Guaranis] como veículo de conexão cósmica e transmissão de energia.

Este sistema foi utilizado durante os últimos 13000 anos pelos pajés do povo Tupano (Tupis) e seus descendentes Guaranis, cuja cultura é uma das mais antigas do planeta.

Os símbolos são multidimensionais e, embora tenham usos específicos, são várias as suas aplicações. A maioria das técnicas usa visualização com a terceira visão e imposição das mãos.

O sistema baseia-se na passagem da energia por um canal efetivo criado entre o homem, e a Fonte Origem de toda a existência. Este canal é ativado pela emissão de um mantra específico e de uma poderosa visualização. A técnica básica é extremamente simples de aprender.

Da mesma forma que o Reiki e outras modalidades de tratamento energético, Ama Deus pode ser enviado à distância. O praticante torna-se o intermediário entre o Céu e a Terra – Mãe Natureza. A energia é projetada pela intenção e iniciação na energia.

Ao usar Ama Deus, nos conectamos com o fluxo de energia que passa na alta freqüência do Amor Cósmico. Essa energia de alta freqüência nos é presenteada pelo Universo para ampliar e aumentar a experiência humana na realidade física.

Como almas, nós somos energia em dimensão física e, por conseguinte, tudo que somos e em tudo que nos incluímos e vivemos pode ser afetado por energia.

Desde o início dos tempos, foram dadas aos seres humanos, ferramentas para aliviar o sofrimento. Uma dessas ferramentas é a energia cósmica pura e sagrada para saúde e Ascensão, e os povos indígenas do mundo, foram os guardiões deste conhecimento sagrado e milenar, por milhares de anos.

Ao longo da história, há referências a muitas culturas que trabalham com a Luz do Universo ou com o Amor do Universo. Em tempos recentes, houve um interesse renovado na re-introdução destas técnicas de obtenção da saúde baseadas na energia cósmica do Amor e da Luz, tendo sido divulgados conhecimentos sagrados dos povos indígenas pelo mundo.

Reverenciar a vida é o denominador comum entre os povos indígenas, que vêem a interconexão existente em toda a vida, em todos os aspectos. Amor é a linha comum que liga todas as modalidades de tratamento energético da saúde, e sem ele não pode haver um sucesso verdadeiro.

Quando usamos Ama Deus, nos abrimos à oportunidade de vivermos novas experiências, novas perspectivas, expansão e crescimento.

Alberto Águas

Ama Deus foi introduzido em nosso mundo por Alberto Águas, um brasileiro que realizou curas e seminários nos E.U.A. e em vários paises da Europa. Alberto foi uma alma de incríveis talentos. Sua maior dádiva era sua capacidade de amar a todas as pessoas. Ele era muito humilde, e ainda assim muito passional. Ele literalmente tocou milhares de vidas com sua maravilhosa capacidade de curar. Ele sempre dizia “você não poderá curar até que você primeiro tenha amado”. Alberto demonstrou suas habilidades curativas pela primeira vez aos cinco anos de idade quando colocou suas mãos em sua tia e a dor de cabeça que ela sentia desapareceu. Entretanto, foi aos seis anos, quando Alberto ficou muito doente, e enquanto ele esteve no hospital, durante a noite, que uma série de eventos que aconteceram o instruíram como curar a sí mesmo. Foi desta maneira que ele iniciou seus trabalhos com a energia.

Alberto foi educado na Europa e falava sete idiomas. Alberto também chegou a ser um ator famoso na década de sessenta, tendo sido inclusive o protagonista de uma novela de Ivani Ribeiro, dirigida por Sergio Brito (“O Terceiro Pecado”), que contava com participação de artistas que vieram a ser extremamente famosos no teatro e na televisão brasileira, tais como Regina Duarte, Lélia Abramo, Stênio Gracia, Paulo Goulart, Nathália Timberg, Gianfrancesco Guarnieri, Benedito Silva, Maria Isabel de Lizandra, Yara Lins, Lilian Lemmertz e outros. Foi por causa de sua carreira como ator, quando contava com vinte e tantos anos, que Alberto foi levado para os Estados Unidos.

Após conhecer e tornar-se amigo de um jornalista americano no Brasil, Alberto viajou para os EUA fazendo muitos amigos em Hollywood. Quando eles descobriram que ele possuía habilidades de cura, Alberto passou a dar palestras, seminários onde ensinava sobre cura, e a atender as pessoas individualmente para canalização da cura. Isto eventualmente o levou à Europa e ele tornou-se mundialmente renomado.

Aproximadamente dez anos antes de sua passagem, Alberto teve uma oportunidade de trabalhar com uma tribo de índios na região amazônica – os Guaranís. Eles reconheceram Alberto como um homem de Amor e habilidades de Cura. Foi para Alberto que os índios abriram e compartilharam suas técnicas de cura, de maneira que ele pudesse levar isso para o mundo. Alberto foi o portador, o mensageiro, e o tradutor deste sistema de energia. Esta energia é muito amorosa e gentil, da mesma maneira que os índios que foram os seus guardiões por tanto tempo. O objetivo de Alberto foi passar o Amor para este mundo, o tanto quanto possível, até o momento de sua passagem. Assim, esta maravilhosa energia está aberta para o mundo. Ela é agora uma energia do mundo.

O pajé, permitia que Alberto ficasse ao seu lado, e enquanto ele fazia as curas, partilhava tudo com Alberto. Ambos tiveram uma predição daquilo que iria acontecer, especialmente no que diz respeito à mudança de habitat dos Guaranís.

Alberto pôde contar com a aprovação da tribo, para traduzir os ensinamentos para uma situação de sala de aula e, assim, passou a ensinar este sistema durante seus últimos dez anos de vida, até sua passagem em 1992. Era sua missão divulgar o sistema de cura dos índios Guaranis. Alberto foi como que os braços dos Guaranís a estenderem-se ao mundo.

Assim, como o Guarani não tem escrita, Alberto usou o português e chamou o sistema de “AMA DEUS”.

Fonte: www.ama-deus-energy.com.br/

* Ama Deus tem como pré-requisito o Nível III do Usui Reiki